1.       Precisamos preservar a vida e acreditar nela como um presente de Deus.
  2.       Acreditar na vida é acreditar no seu criador.
  3.       Sabemos que pessoas inocentes morrem todos os dias, mas temos que olhar pelo lado bom da coisa. Só olhamos o que é mau, o que é ruim. Não percebemos a glória da vida, de quantos recém-nascidos já alegraram a vida de muitas famílias. Quando um bebê nasce,a glória de Deus se manifesta,sentimos algo diferente, algo maior, superior, onipresente, que não conseguimos explicar. Tudo se torna magnífico, pegar a criança no colo e sentir o novo sopro de vida como manifestação do amor de Deus.
  4.       É só olhar ao nosso redor. A natureza, o brilho do sol, as plantas, os animais, o ar que respiramos. Enfim, Deus quer falar conosco através de sua obra, estabelecer uma ponte entre criador e criatura.
  5.       Deus existe e nos ama, embora muitos não acreditem, assim mesmo, Deus continua amando a todos incondicionalmente.
  6.       Deus não sugeriu terrorismo, nem cinqüenta milhões de assassinatos, torturas, seqüestros de todas as formas, genocídios, desmatamentos, rios poluídos, animais em extinção, bombas, venenos, desvios de sexo, aborto. Etc.
  7.       Acreditamos pelos textos bíblicos narrados que Adão e Eva foram chegando e brincando de deuses. Decidiram o que era certo o que faziam e, mudaram quase tudo. Existem hoje muitos Adãos e Evas que continuam a modificar o projeto de vida que Deus construiu para humanidade, transformando-o em projeto de morte, de destruição e ainda culpam quem fez o projeto original.
  8.       Deus não criou e nem quis o mal.
  9.       O Deus em quem cremos quer o bem e sabe o que é bom para nós.
  10.       Viver longe de Deus é frustrante. Viver sem Deus é destrutivo.                                                       Autor: Silva, Robson