O Dia Nacional
de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi criado
pela Lei n.º 9.970, de 17 de maio de 2000, em razão do crime que comoveu o
Brasil, ocorrido na cidade de Vitória, capital do Espírito Santo, em 1973.
Naquele ano, a menina Araceli Cabrera Crespo, de oito anos, foi espancada,
violentada e assassinada. Até hoje, os culpados pelo crime não foram punidos.

Por ocasião da data, várias escolas da rede
municipal de Chapadinha juntamente com o Conselho Tutelar e o Conselho Municipal
de Direitos celebraram, nesta segunda-feira, 18 de maio, o Dia Nacional de
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O calendário
de atividades do Ato Nacional, que se estendeu por todo o dia teve início às 08h00min
horas, na Praça Coronel Luís Vieira. O objetivo da manifestação era mobilizar a
sociedade em geral para o combate a essa forma de violência, além de estimular
a denúncia contra a violação de todos os direitos dos jovens brasileiros.

A programação
seguiu normal com apresentações e leituras de textos e cartazes produzidos
pelos alunos das escolas, sorteios de prêmios, concursos de redação e muita
música com os alunos oriundos do projeto vida, da Sociedade Esportiva Real
Brasil.

Estiveram presentes
algumas autoridades locais, vereadores, secretários municipais, a imprensa, diretores
e professores da rede municipal e particular de ensino.

 Silva,Robson. Confira as fotos abaixo,no álbum de fotos gerais do blog.