Na madrugada me busco
Me ver,me encontrar
Um vendaval de palavras gritam no meu ser
Não há vento e ventania
Não há solidão amarga
Há sinceridade no olhar
Tenho andado sem tempo
Busco no silencio sentidos e respostas
Evitando o indizível. 
                                       Robson Silva