Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual relembra fato ocorrido há 27 anos
 

No dia 18 de maio é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual infanto-juvenil.

A data, instituída em 2000 pela Lei 9.970, faz alusão a um crime ocorrido há 27 anos, no Espírito Santo, quando Araceli Cabrera, então com oito anos, foi violentada e assassinada e os criminosos continuaram impunes.

Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, desde o momento em que Araceli entrou no carro dos assassinos até o aparecimento de seu corpo, desfigurado pelo ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória. Poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. Araceli só foi sepultada três anos depois. Sua morte, contudo, ainda causa indignação e revolta.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de crianças e adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as crianças e adolescentes.

O objetivo da Campanha é derrubar o muro do silêncio em torno da violência sexual cometida contra crianças e adolescentes, sustentado pela indiferença da sociedade e pela cultura da impunidade dos agressores. A Campanha visa uma grande mobilização social, convocando a atenção da sociedade para a situação de crianças e adolescentes na exploração sexual e a responsabilidade de todas e todos em combater este crime.

"Em Chapadinha também terá um momento de reflexão organizado pelo Conselho Tutelar e CMDCA (Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescentes); A concentração será em frente à sede do Conselho Tutelar, na qual sairão em caminhada para a praça Irineu Veras Galvão (antiga praça do povo), escolas da rede municipal e estadual foram convidadas para participaram deste ato público, assim como toda a sociedade civil deverá comparecer e participar deste momento reflexivo". (grifo meu) 

FONTE:www.perfilnews.com.br/noticias

Robson Silva